TOEFL – Como Funciona

Olá pessoal :)

Hoje vou compartilhar a experiência que tive com o TOEFL e como consegui uma boa pontuação no teste. Para ficar mais didático, vou escrever este artigo sob a forma de um guia.

O que é o TOEFL?

Trata-se do “Teste de Inglês Como Língua Estrangeira” (Test Of English as a Foreign Language). Basicamente, é um teste que tem o objetivo de avaliar a sua proficiência (o quanto você sabe) na língua inglesa.

O TOEFL é muito famoso no meio acadêmico e é aceito em mais de 9,000 instituições de ensino internacionais como prova de conhecimento da língua inglesa para pessoas que não a tem como língua nativa.

Para saber mais, visite o site oficial do exame: http://www.ets.org/toefl

Mas afinal, como se pronuncia TOEFL?

Vejo muitas pessoas com dificuldades de pronunciar esta “palavrinha” :) Veja abaixo como se fala a palavra “TOEFL”

[Ouça no google tradutor como se fala toefl]

Quem é responsável pelo TOEFL?

Existe uma entidade que é a responsável por este exame, a ETS (Educational Testing Service). A ETS também é responsável por outros testes famosos como o GRE e o TOEIC.

Embora seja a responsável oficial pelo exame, não é a ETS que aplica as provas. Veremos mais a frente quem faz esta etapa do processo.

Quem aplica o exame TOEFL?

A aplicação do teste é de responsabilidade da PROMETRIC. É esta empresa que faz o credenciamento de instituições para aplicação da prova. Estas instituições são geralmente centros de ensino como escolas de idiomas, universidades, etc.

Como fazer o registro para o exame TOEFL?

Primeiramente será necessário fazer o seu cadastro no site da ETS. Após o registro, você precisará comprar um voucher (pagar pelo exame) para o TOEFL.

Atualmente, o valor do exame é de USD 210.00 (aproximadamente R$ 460,00).

Além do exame principal, você pode comprar também o que eles chamam de “Pacotes” (Packages). Estes pacotes oferecem por exemplo, um simulado oficial do exame. No meu caso, eu adquiri também o simulado oficial do TOEFL por mais USD 27,00 (Aproximadamente R$ 60,00).

No momento da compra, você precisará escolher o seu local de provas e já fazer um agendamento. Dependendo do seu estado, os locais e datas são bem limitados.

Veja os locais e datas disponíveis para fazer o TOEFL aqui: Centros de Teste e Datas Disponíveis para o Toefl (em inglês)

No meu caso, eu agendei primeiramente o teste para uma cidade vizinha à minha (tive mais o custo de deslocamento até esta cidade), pois embora eu resida na capital do estado em que vivo, não há aqui, nenhum centro habilitado a aplicar as provas. Não consigo entender esta parte :(

Alguns dias após eu ter feito o agendamento, recebi um comunicado da PROMETRIC, informando que a data para a qual eu havia feito o agendamento não estava mais disponível e que eu teria que fazer um reagendamento.

 

Como funciona o TOEFL?

O exame é composto de quatro partes: Leitura (Reading), Escuta (Listening), Escrita (Writing) e Fala (Speaking).

Cada parte da prova tem um objetivo específico, mas basicamente cada uma delas testa a capacidade que você tem de sintetizar idéias, compreender e abstrair conceitos e correlacioná-las.

 

No dia da prova

No dia da prova você chegará ao centro onde irá realizar o exame com cerca de uma hora de antecedência. Lá você receberá as primeiras instruções sobre o exame.

Ao chegar ao centro, percebi que faria a prova com outras pessoas ao mesmo tempo, havia cerca de dez pessoas para fazer a prova comigo. Fui recepcionado e logo em seguida recebemos as primeiras instruções.

Deixamos todo o material na recepção do centro, pois não se pode utilizar nenhum tipo de material.

Dica: Não leve lápis, caneta, borracha, etc, pois você não irá utilizá-las.

Fomos conduzidos até uma sala onde existia uma folha e uma caneta para cada pessoa que iria fazer o teste. Esta folha era uma espécie de termos de compromisso, confidencialidade e de conduta durante a execução do exame. Você transcreve um trecho digitado na folha em um espaço reservado para isso, assina o termo e segue para a próxima etapa que é a prova em sí.

A prova

Os primeiros minutos da prova, que não contam no tempo geral, são instruções de como você deve utilizar o sistema para fazer a sua prova. As instruções são claras e relativamente fáceis de se compreender. Você calibra a sua voz no microfone e ajusta o volume e parte para a prova efetivamente.

Reading (Leitura)

Nesta etapa você faz a leitura de alguns textos sobre assuntos diversos e tem que responder algumas perguntas cujas respostas todas você irá encontrar no texto ou terá que fazer inferências sobre.

Não há “pegadinhas” no teste. Isso eu achei legal. Sempre existe uma resposta para a pergunta e ela é bem clara.

Os textos geralmente são sobre biologia, artes, ciências, geografia, e geralmente se passam no contexto de uma sala de aula. A maioria deles é assim. Alguns possuem dados analíticos para serem interpretados, como gráficos e tabelas.

Dica: Se você comprou também o simulado, faça-0 um ou dois dias antes de fazer a prova. Vai dar uma idéia bem aproximada de como será o dia da prova. Eu fiquei impressionado como é semelhante a ferramenta de simulado e a ferramenta do teste, são praticamente iguais e dão uma maior segurança. Digo que fazer o simulado oficial é importante, porque por exemplo com ele, eu pude aprender que não precisava ler o texto todo inicialmente (os textos são longos), bastava eu ir para a primeira pergunta e ir aos poucos localizando a passagem referenciada e lendo-a, se fosse preciso eu lia um parágrafo anterior e um posterior para entender o contexto, mas na maioria dos casos, esta técnica funcionou muito bem, como vocês verão mais a frente no resultado da minha pontuação.

Listening (Escuta)

Esta parte é a parte onde você vai exercitar o seu ouvido. É importante você estar acostumado com o idioma. Eu particularmente já havia assistido a muitas palestras, filmes, cursos on-line, etc, tudo em inglês na internet. Isso me deu uma boa base para compreensão dos fonemas e das palavras. O tempo é curto e nem sempre você irá compreender todas as palavras. O importante é compreender o contexto, a idéia geral. Com isso já dá para ter uma boa pontuação nesta etapa.

Pausa obrigatória

Terminada as duas primeiras partes, você é obrigado a fazer uma pausa de 10 minutos. Nesta pausa, você sai da sala de prova e vai para outra sala, onde pode fazer um lanche (comer aquela barrinha de cereal deliciosa :-) ), tomar um café, etc. Após os 10 minutos, a instrutora lhe chama novamente para reiniciar o teste.

Speaking (Fala)

A pior parte de todas, na minha opinião. Para mim, conseguir se expressar através da fala em uma língua estrangeira é um grande desafio. Você poder ser muito bom em leitura, muito bom ouvindo, mas pensar e deixar o pensamento fluir através de palavras em uma outra língua, é bem mais complicado. Existe ainda o fator tempo, que faz uma pressão a mais sobre você e acaba atrapalhando o desempenho nesta etapa.

Nesta seção, o teste muda um pouco, porque você é submetido a 4 mini-testes de 15 minutos cada. Cada mini-teste desses, mistura partes onde há apenas áudio e partes onde há áudio e texto para serem relacionados. Após a exposição ao conteúdo, você é questionado sobre alguns aspectos do que foi falado, ou lhe pedem para fazer a relação entre o que você ouviu e o que você leu.

Você fala através de um microfone. O seu áudio é gravado e submetido para análise junto com as demais seções.

Dica: Capriche nas seções anteriores para poder ter um pouco de margem neste, porque é realmente difícil :-) Fale claramente, procure pronunciar corretamente as palavras. Não tenha vergonha dos colegas do lado, se preocupe com a sua prova e não com a deles. Não fale baixo demais, senão o examinador não vai conseguir avaliar a sua gravação e você pode perder a chance de ganhar alguns pontinhos.

Writing (Escrita)

Para finalizar a prova, você terá que fazer a parte de escrita. Esta parte é relativamente tranquila, embora eu não tenha ido tão bem nela quanto foi nas duas primeiras, tive uma boa pontuação. Ocorre que assim como a fala, se você não praticar a escrita, vai passar por problemas em relação à vocabulário e gramática. Isso vali lhe atrapalhar um pouco para poder formular as idéias.

Você terá por exemplo ler e ouvir algumas passagens e escrever um texto com não menos que 500 palavras (uns 4 ou  5 parágrafos) relacionando o que foi apresentado ou fazendo relação entre dois pontos de vista e fazendo ao final uma defesa sobre qual você acha que é o mais correto.

Considero que foi também uma etapa difícil.

Finalizando a prova

Ao final, se sobrar tempo você pode revisar alguma questão que ficou na dúvida. Eu não revisei nenhuma, pois julguei que o que eu fiz foi feito com a experiência que eu tenho e era justamente este o meu objetivo, avaliar de forma natural, qual é o meu nível de inglês para saber em que ponto eu devo focar mais.

Após finalizado a prova, você sai da sala de provas, pega seu material na recepção e vai para casa :-). No meu caso fui almoçar porque estava faminto!

Foram quase 4 horas intensas de prova. Valeu a pena. Foi bem legal!

Saí de lá com a sensação de que havia ido razoavelmente bem a julgar pelo que foi conversado no intervalo do lanche, onde colegas relataram por exemplo que não tinha respondido a todas as questões, e eu havia. Isso foi um indicador de que eu estava no caminho certo.

Afinal de contas, qual foi a sua pontuação?

Você deve estar curioso para saber qual foi a minha pontuação, não? Veja abaixo:

ResultadoTOEFL 2013 TOEFL   Como Funciona

A pontuação máxima é 120. 

Veja a descrição dos níveis em que eu fiquei classificado: Descrição dos níveis de pontuação do TOEFL

 

O que você vai fazer agora?

Bom, com esta pontuação, que foi mais do que eu esperava, eu já poderia por exemplo aplicar para uma vaga em Stanford, no MIT, em Harvard, que tal? Além destas universidades, eu poderia aplicar para congressos no exterior que exigem nível de proficiência e usam o TOEFL como referência. Eu poderia apenas utilizar como guia para meus estudos (o que possivelmente vai ser o que realmente vou fazer), enfim, há uma série de opções para utilizar bem este resultado para conseguir algo. É o que eu sempre digo: É melhor estar preparado, pois quando a oportunidade surgir, você pode não ter tempo de se preparar. Nunca se sabe.

Gostou das informações?

Se você gostou deste artigo, não deixe de fazer um comentário e de compartilhá-lo nas redes sociais com seus amigos. Ele pode ser útil para eles também.

Não deixe também de assinar a minha lista. Será um prazer ter você como integrante da minha comunidade.

Dica final

Vale a pena estudar pelos guias oficiais, como o “Toefl iBt – The Princeton Review”?

Sendo bem sincero, a resposta é “Não”. Mas tome cuidado. Esta foi a impressão que eu tive sobre a minha experiência. Eu comprei o guia um bom tempo antes (quase um ano antes) e durante este período peguei ele para fazer as lições algumas vezes. Não sei se não compreendi muito bem o método, mas o que pude perceber é que a realidade da prova foi diferente do que o método estava propondo.

No meu caso especificamente, tive pouca ajuda do guia. O que usei no dia para poder responder ao teste, foram as minhas experiências até aqui (incluindo a pouca ganha com o guia :-). Um ponto positivo do guia, foi o CD de áudio. Ouvi ele algumas vezes o trajeto casa-trabalho-casa, e acho que neste ponto ele foi útil.

Abraços e até a próxima!

 

 

E newsletter icon TOEFL   Como Funciona
Assine a minha lista e receba as novidades direto no seu e-mail.
Pode ficar tranquilo. Não vou ficar enviando SPAM :) Você só vai receber conteúdo de qualidade. Eu garanto!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>